Buscar Riccó
WhatsApp

Atendimento WhatsApp

(11) 3081-6100

Dicas - 14/2022

Escritório corporativo: 10 itens para considerar no projeto

O projeto arquitetônico do escritório corporativo deve traduzir o DNA da empresa em cores, materiais, divisórias e iluminação. É ele o responsável por apresentar, pela primeira vez, a clientes, visitantes, funcionários e parceiros o propósito da corporação.

Notou a importância do design interno e externo no seu negócio? Por isso, dedique tempo e recursos para investir em um projeto que exprima as ideias da empresa.

Neste texto, apresentamos 10 pontos de máxima atenção e que serão úteis na concepção e montagem de um escritório sustentável, moderno e de alto desempenho, que proporcionará maior bem-estar e eficiência para seus colaboradores, gestores e negócios. Veja só!

1. Layout adequado ao negócio

Quando pensamos em um ambiente corporativo, é muito importante que tanto a parte externa como a interna sejam completamente pensadas para atender às necessidades daquele tipo de negócio, associada à característica e ao modelo de atuação da empresa.

Sendo assim, o seu projeto arquitetônico para um bom escritório corporativo segue essa filosofia.

Por exemplo, se é uma empresa moderna que incentiva a interação entre funcionários e o constante diálogo, tudo pode ser mais colorido e aberto, com menos divisórias e mais salas para meeting.

Por outro lado, se a companhia é tradicional, cores mais sóbrias e mais paredes podem funcionar bem. O importante é aproveitar bem os espaços.

2. Aproveitamento de recursos naturais

O consumo de energia é uma importante despesa dentro de qualquer orçamento empresarial. Sendo assim, os cuidados para a economia de eletricidade são fundamentais para um bom projeto de escritório corporativo.

Quando conversar com seu arquiteto, peça para ele elaborar um projeto que seja eficiente do ponto de vista do consumo energético.

Isso está relacionado diretamente ao melhor aproveitamento possível de luz natural, associada a um posicionamento eficiente da iluminação artificial, pensando até mesmo na absorção de calor da estrutura predial, o que pode otimizar o uso de ar-condicionado e evitar o alto consumo na conta de energia elétrica.

3. Cartela de cores

A escolha das cores diz muito sobre o estilo da empresa e influencia a percepção do público sobre a corporação. Além de fazer parte da identidade visual do negócio, as cores são utilizadas para segmentar áreas (descompressão, reuniões, trabalho, descanso) ou departamentos.

Mesclar cores sóbrias e vibrantes produz uma atmosfera contemporânea, e é uma tendência no design de interiores. Ambientes despojados vêm apostando no cinza como uma base neutra, combinado com nuances energéticas, como laranja e amarelo.

Fizemos um guia resumido de cores com as aplicações mais recomendadas:

  • Tons pastel: transmitem tranquilidade e relaxamento, por isso são indicados para espaços de descanso.
  • Cores neutras: quando usadas sozinhas dão ar monótono e simplório ao espaço. Invista em combinações com nuances intensas.
  • Tons quentes: são revigorantes e contribuem para a criatividade, mas em excesso geram impaciência, estresse e ansiedade.
  • Cores frias: deixam o ambiente aconchegante, mas quando usadas sem medida provocam melancolia e preguiça.

4. Iluminação natural

O uso da luz natural na arquitetura corporativa é uma forma de despertar o relógio biológico, deixando as pessoas alertas, dispostas e prontas para o trabalho. Além do efeito sobre o ritmo circadiano, o aproveitamento da luz solar reduz custos para o negócio, pois economiza energia elétrica e contribui para uma operação mais sustentável.

As soluções arquitetônicas para o aproveitamento do recurso incluem aberturas em paredes para permitir a entrada da luz no período da manhã, uso de claraboias e repartições em vidro (sem películas escurecedoras). Entretanto, em excesso deixam o ambiente desconfortável.

Claraboias, vidros e amplas janelas: deixe a luz natural chegar ao escritório.

Para o melhor aproveitamento da luz natural nos espaços de trabalho, cuide do posicionamento de telas e monitores (para evitar reflexos) e das mesas (para não haver ofuscamento).

5. Layout adaptado ao crescimento da empresa

Um projeto arquitetônico precisa levar em consideração as projeções anuais de crescimento da empresa, e isso envolve organizar o ambiente para permitir a abertura de novas áreas de meeting, acomodar novos funcionários e departamentos e criar espaços adaptáveis para outros projetos. Assim, o layout permanece sempre atual e atende às demandas do negócio.

A conversa entre cliente e arquiteto será fundamental para entender as necessidades atuais, pensar nas atividades dos departamentos e como o espaço pode ser utilizado da forma mais estratégica possível. O projeto de layout do escritório não pode ficar restrito ao tamanho vigente da empresa.

6. Mobiliário de qualidade e eficiente

A escolha dos móveis e o seu posicionamento também interferem diretamente na eficiência e na produtividade dos funcionários. O ambiente corporativo tem que facilitar a vida dos profissionais que trabalham nele.

Por isso, quanto menos distâncias eles tiverem que se locomover, menos gavetas tiverem que abrir e menos tempo desperdiçarem para realizar atitudes relativamente simples, como ir buscar um café, mais produtividade para o seu negócio.

A disposição dos departamentos e o posicionamento de cada profissional dentro do escritório também influenciam diretamente sobre isso.

O arquiteto e o decorador sabem como trabalhar este aspecto e utilizar a melhor mobília para tornar o ambiente corporativo moderno e eficiente.

7. Segurança e estrutura

Vários aspectos precisam ser pensados quando se fala de um bom escritório corporativo. Como ele receberá vários equipamentos, alguns de grande valor, é necessário reservar atenção à estrutura, como a fiação, as instalações elétricas e outros fatores estruturais – que também têm valor estético! Uma fiação coberta ou organizada na parede pode trazer um lindo efeito.

Além disso, pense ainda na segurança no local de trabalho, com a instalação de alarmes, um circuito fechado de TV (CFTV) e sistemas de combate a incêndio que impedirão acidentes e furtos na empresa.

8. Identidade corporativa

O projeto de espaços corporativos envolve algumas variáveis, entre beleza, funcionalidade e identidade corporativa. Fachada e design interno funcionam como um marco visual para visitantes, funcionários, clientes e parceiros, além de auxiliá-los a criar uma ideia sobre a corporação.

Por isso, um bom projeto é aquele que consegue traduzir a personalidade e a identidade da empresa em espaços que viabilizam o fluxo de trabalho e, assim, permitem que a corporação cresça e obtenha sucesso. Sem esquecer, é claro, do bem-estar das pessoas.

O projeto arquitetônico deve traduzir o DNA da empresa.

Um design interno com muitas paredes e divisórias, por exemplo, tende a indicar que a gestão empresarial é verticalizada, já um escritório open space sugere integração de processos.

9. Orçamento

Manter-se dentro do orçamento é uma dificuldade em qualquer obra, mas este deve ser um ponto de extrema atenção na montagem de um escritório corporativo. Além dos valores para mão-de-obra, escritório de arquitetura e materiais, é recomendado reservar uma quantia para reparos inesperados e que não podem ser adiados.

10. Estilo e funcionalidade

O design de um escritório não se resume a uma composição visual impactante. Mais do que estética, o ambiente deve ser funcional e favorecer o fluxo de trabalho, facilitando a movimentação da equipe e o atendimento de clientes.

Algumas escolhas no ambiente exprimem as ideias da corporação: cores, estilo de mobiliário, iluminação, divisão dos espaços e materiais. Nessa seleção, é fundamental preservar a identidade da empresa e ao mesmo tempo construir um espaço de trabalho inspirador e que mantenha os funcionários satisfeitos.

Todos esses pontos devem ser considerados no processo de definição do modelo de escritório corporativo ideal. Está sempre lendo materiais sobre otimização de espaços de trabalho? Então, você chegou ao lugar certo! Para não perder nenhum conteúdo, torne-se um assinante da nossa newsletter semanal, basta preencher o formulário abaixo.


Comentários

Um comentarista do WordPress

14/01/2022 - 03h44

Olá, isso é um comentário.
Para começar a moderar, editar e excluir comentários, visite a tela de Comentários no painel.
Avatares de comentaristas vêm a partir do Gravatar.

Escreva o seu comentário

Leia Mais

Abrir Conversa
Olá! Como podemos te ajudar?